Paramahansa Yogananda
 

Consciência Pura

Conhece-te a ti mesmo

Pratique Meditação

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

Paramahansa Yogananda

E-mail Imprimir

Biografia

Yogananda nasceu em Gorakhpur, Uttar Pradesh, na Índia, numa família devota Kshatriya. De acordo com seu irmão mais novo, Sananda, desde cedo, seu nivel de consciência e experiência espiritual estava muito além do comum. Em sua juventude, ele procurou muitos sábios indianos, hindu e santos, na esperança de encontrar um professor iluminado para guiá-lo em sua busca espiritual.

A busca de Yogananda terminou quando ele conheceu seu guru, Swami Sri Yukteswar Giri, em 1910, com a idade de 17 anos. Ele descreve seu primeiro encontro com Sri Yukteswar como um reacender de um relacionamento que durou muitas vidas:

"Entramos em uma unidade de silêncio; palavras pareciam o meras superfluidades. Eloqüência fluia no canto silencioso do coração de mestre para discípulo. Com uma antena, senti que meu guru conhecia Deus, e me levaria a ele. O obscurecimento da vida desapareceu numa madrugada de frágeis de memórias pré-natal. Tempo dramático! Passado, presente e futuro são cenas cíclicas. Este não era o sol primeiro a encontrar-me a estes santos pés! Mais tarde, Sri Yukteswar informou Yogananda de que ele havia sido enviado a ele por Mahavatar Babaji para um propósito especial."

Depois de passar o seu exame intermediário de artes da Igreja Escocesa College de Calcutá, em junho de 1915, graduou-se como "bacharel em Artes " na Faculdade Serampore, uma faculdade constituinte da Universidade de Calcutá. Isto permitiu-lhe para passar o tempo no ashram Yukteswar, em Serampore. Em 1915, prestou votos na ordem monástica Swami e tornou-se "Swami Yogananda Giri". Em 1917, Yogananda fundou uma escola para meninos em Dihika, West Bengal que combinava modernas técnicas educacionais com treinamento ioga e ideais espirituais. Um ano depois, a escola mudou-se para Ranchi. Esta escola se tornaria mais tarde Yogoda Satsanga Society of India, a filial indiana da organização americana de Yogananda.

Em 1920, ele foi para os Estados Unidos a bordo do navio “Cidade de Sparta”, a um Congresso Internacional dos Liberais Religiosos, em Boston. Nesse mesmo ano fundou a Self-Realization Fellowship (SRF) para divulgar mundialmente os seus ensinamentos sobre práticas antigas da Índia, a filosofia do Yoga e sua tradição de meditação. Para os próximos anos, ele palestrou e ensinou na costa leste e em 1924 embarcou em uma turnê de palestras cross-continental. Milhares de pessoas assistiram à suas palestras. Durante este tempo, ele atraiu um número de seguidores de celebridades, incluindo a soprano Amelita Galli-Curci, o tenor Vladimir Rosing e Clara Clemens Gabrilowitsch, a filha de Mark Twain. No ano seguinte, ele estabeleceu um centro internacional da Self-Realization Fellowship em Los Angeles, Califórnia, que tornou-se o coração administrativo e espiritual do seu trabalho. Yogananda foi o primeiro professor hindu de yoga a passar uma importante parte de sua vida na América. Ele viveu de 1920-1952, interrompido por uma longa viagem no exterior em 1935-1936 que foi principalmente para visitar seu guru na Índia. Ele realizou visitas a outros santos vivos ocidentais como Therese Neumann a estigmatizada de Konnesreuth e locais de rota significado espiritual.

Em 1930, Dr. Wendell Thomas, autor e ex-professor no College of the City of New York Times publicou o livro " Hinduism Invades America", que fala em grande parte de Swamis Vivekananda e Yogananda. Ele resume suas descobertas abaixo.

"Eu vim para Paramahansa Yogananda há muitos anos atrás, não como um buscador, mas como um escritor com uma abordagem simpática, ainda analítica e crítica. Encontrei nele uma rara combinação. Enquanto firmes nos princípios antigos de sua profunda fé, ele teve o dom da adaptabilidade generosa, de modo que ele se tornou cristão e norte-americanos sem deixar de ser hindu e indiano. Com seu raciocínio rápido e grande espírito, ele estava bem equipado para promover reconciliação e verdade entre os buscadores religiosos do mundo. Ele trouxe paz e alegria às multidões. "

Um capítulo inteiro é dedicado ao Sistema de Yogananda Yogoda (então chamado) e (então chamado) Yogoda Satsanga organização (incorporado em New Jersey).

Em 1935, ele retornou à Índia para visitar Yukteswar e ajudar a estabelecer o seu trabalho Yogoda Satsanga na India. Durante a visita, como disse em sua autobiografia, ele se reuniu com Mahatma Gandhi, o Bengali santo Ananda Moyi Ma, o físico Chandrasekhara Venkata Raman vencedo do prémio nóbel e vários discípulos de Guru Yukteswar Lahiri Mahasaya. [13] Enquanto na Índia, Yukteswar deu Yogananda o título monástico de Paramahansa. (SRF adotado a grafia "Paramahansa" após a morte de Yogananda. Ananda Sangha continua a usar a grafia original.) Paramahansa significa "supremo cisne" e é um título que indica a mais alta realização espiritual. Em 1936, Yogananda enquanto estava visitando Kolkata, Sri Yukteswar morreu na cidade de Puri.

Depois de voltar para a América, ele continuou a palestrar, escrever e estabelecer igrejas no sul da Califórnia. Nos dias que antecederam a sua morte, ele começou a insinuar que era hora de ele deixar o mundo. Em 7 de março de 1952, ele participou de um jantar no Hotel Biltmore, em Los Angeles para o Embaixador da Índia Binay Ranjan Sen e sua esposa que visitavam os EUA. Na conclusão do banquete Yogananda falou da Índia e da América, suas contribuições para a paz mundial, o progresso humano e sua cooperação futura, expressando sua esperança de um "Mundo Unido", que combinam as melhores qualidades da "America eficiente" e " Índia espiritual". De acordo com duas testemunhas - Daya Mata, um discípulo direto de Yogananda, que era chefe da Self-Realization Fellowship (1955-2010) e discípulo direto de Swami Kriyananda, Yogananda terminou seu discurso, leu seu poema Minha Índia, concluindo com as palavras "Onde o Ganges, os bosques, as grutas do Himalaya e os homens sonham com Deus; Eu sou abençoado, meu corpo tocou este solo." "Após proferir estas palavras, ele levantou os olhos para o centro Kutasha, e seu corpo caiu no chão" e morreu de um ataque cardíaco. Os seguidores dizem que ele praticou mahasamadhi. Kriyananda escreveu que Yogananda já havia afirmado em uma palestra, "Um ataque cardíaco é a maneira mais fácil de morrer. É assim que eu escolherei morrer." Yogananda permanece estão enterrado no Forest Park Lawn Memorial no Grande Mausoléu (normalmente fechado para visitantes, mas o túmulo de Yogananda é acessível) em Glendale, Califórnia.

Incorruptibilidade corporal

Na revista Time Magazine, em 4 de Agosto de 1952, foi publicado o depoimento do sr. Harry T. Rewe, diretor do Cemitério de Forest Lawn de Los Angeles, que descreveu em uma carta enviada à SRF, sua experiência inusitada com a incorruptibilidade do corpo de Yogananda, conforme trecho abaixo:

"A ausência de quaisquer sinais visíveis de decomposição no cadáver de Paramahansa Yogananda constitui o mais extraordinário caso de nossa experiência … Nenhuma desintegração física era visível no corpo, mesmo vinte dias após a morte … Nenhum indício de bolor revelava-se em sua pele e nenhum dessecamento (secagem) ocorreu nos tecidos orgânicos. Tal estado de preservação perfeita de um corpo, até onde vão nossos conhecimentos dos anais mortuários, é algo sem paralelo …Nenhum odor de decomposição emanou de seu corpo em qualquer tempo … A aparência física de Yogananda em 27 de março, pouco antes de colocar-se a tampa de bronze no ataúde, era a mesma de 7 de março. Ele parecia, em 27 de março, tão cheio de frescor e intocado pela corrupção, como na noite de sua morte."

Ensinamentos

Yogananda ensinou aos seus alunos, a necessidade da experiência direta da verdade, em oposição à crença cega. Ele disse que "a verdadeira base da religião não é crença, mas a experiência intuitiva. A intuição é o poder da alma de conhecer a Deus. Para saber o que a religião é realmente, é preciso conhecer a Deus ".

Ecoando ensinamentos tradicionais hindus, ele ensinava que o universo inteiro é o filme cósmico de Deus, e que os indivíduos são meros atores no jogo divino e que mudam de papéis através da reencarnação. Ele ensinou que o sofrimento profundo da humanidade está enraizada na identificação muito perto do papel atual, ao invés de com o diretor do filme, ou seja, Deus.

Ele ensinou Kriya Yoga e outras práticas de meditação para ajudar as pessoas a alcançarem esse entendimento, que ele chamou de auto-realização:

“Auto-realização é o conhecimento de todas as partes do corpo, mente e alma que você está agora de posse no reino de Deus. Você não tem que rezar para que ele venha a você, a onipresença de Deus é a sua onipresença e tudo o que você precisa fazer é melhorar o seu conhecimento.”

"O mistério da vida e da morte, cuja solução é o único objetivo da passagem do homem pela Terra, está intimamente entrelaçado com a respiração. Um ser humano identifica-se falsamente com sua forma física porque as correntes vitais da alma são transportadas pela respiração para o interior da carne, com tamanha intensidde, que o homem toma o efeito pela causa, e supõe, idolatramente, que o corpo tem vida própria."

"Para despertar a memória de sua própria divindade, o homem comum de nada mais precisa que a técnica de Kriya Yoga, a observância diária dos preceitos morais e a aptidão de clamar sinceramente o anseio por conhecer a Deus. Usando a chave de Kriya, as pessoas que não podem crer na divindade de homem algum, contemplarão, por fim, a plena divindade de si mesmas".

"Deus é Amor; logo, Seu plano para a criação só pode ter raiz no amor. Não oferece este simples pensamento mais consolo ao coração humano que todos os raciocínios dos eruditos? Todo santo que penetrou no âmago da Realidade deu testemunho de que existe um planejamento divino do universo, pleno de beleza e de alegria."

" Pela meditação nós unimos a pequena alegria da alma com a grande alegria do Espírito. O ato da meditação não deve ser confundido com o ato da concentração comum. A concentração consiste em retirar a atenção de distrações e focalizá-la em qualquer pensamento em que estejamos interessados. A meditação é uma forma especial de concentração na qual libertamos a atenção da inquietude em nós e a focalizamos em Deus. A meditação é, portanto, a concentração que usamos para conhecer Deus. "

" Concentre sua mente interiormente no ponto entre as sobrancelhas (como na meditação), no ilimitado lago de paz. Sinta o eterno círculo de paz ondulante à sua volta. Quanto mais você observar atentamente, mais sentirá as ondulações de paz se expandindo das sobrancelhas para a testa, da testa para o coração e do coração para cada célula do seu corpo. Agora as águas de paz transbordam as margens do seu corpo e inundam o vasto território da sua mente. A torrente de paz flui além dos limites da sua mente e se move em infinitas direções."

 

Pesquisar

random7.jpg

"A LEI NATURAL é a força condutora da vida. Os impulsos da lei natural sustentam a manutenção e a evolução de cada aspecto da criação. Se a consciência do homem não estiver em sintonia com o pleno potencial da lei natural, sua vida não fluirá na corrente da evolução - resultando em erros, problemas e sofrimento".

Maharishi Mahesh Yogi


Só depende de você

Depois que aprender a meditar, você não necessitará de nenhum equipamento especial. Nenhum tipo de dependência de pessoa nem de orador, pastor, padre, médium ou guru. O importante é você. Utilizando as ferramentes que todos nós pussuímos como a atenção e a intenção, você conseguirá observar seus pensamentos e sentir eles perdendo a intensidade, até atingir este estado elevado de consciência.

Acessível a Todos

É tão simples e natural que não importa seu nível cultural ou seu grau de estudo. É acessível a qualquer idade. Conscientiza a criança que ela é um ser pensante e nela existe consciência. Ativa regiões adormecidas do cérebro, ajudando as pessoas idosas a rejuvenescerem a saúde cerebral e biológica. Melhora a auto-estima e o humor, contribuindo para seu bem estar geral e os relacionamentos.

Independe de Religião

Apesar de não ter ligação com nenhuma das religiões, é um complemento perfeito para qualquer uma delas. É também muito útil pra quem não tem religião, pois todo o processo acontece no seu interior; você é a meta. Não é nenhum tipo de seita, não é concentração nem mentalização. Portanto você não precisa se ajustar a nenhum estilo de vida que não seja da sua natureza.